sexta-feira, 30 de novembro de 2012

A BANDA QUE FOI ALÉM DO METAL


Me peguei pensando no porquê do Metallica ter conseguido transcender o heavy metal e cheguei no momento em que isso aconteceu, que todos sabem foi com a repercussão do lançamento do “Black Album”, lançado em 1991, com os clássicos “Enter Sandman”, “Sad But True”, “The Unforgiven” e “Nothing Else Matters”. O disco além de ter composições fantásticas, com melodias e letras inspiradas, trazia uma banda em ascensão, que apesar de se mostrar muito promissora, ninguém imaginava que fosse ultrapassar todos os limites do tradicional cenário do heavy metal, que até hoje possui um público pra lá de conservador. Agora por que o Metallica transcendeu o heavy metal?

Quando se fala em clássicos, se pensa logo em Black Sabbath, que é considerado o precursor da estética e melodia do heavy metal, no Judas Priest, que estabeleceu o visual e o Iron Maiden, que influenciou dez em dez bandas de metal melódico. No entanto, mesmo essas bandas não possuem grande idolatria fora do circuito do metal. O que mais se aproxima disso é o Maiden, mas mesmo estes, possuem um perfil de fã mais ligado ao metal tradicional e não ao rock n’ roll de um modo geral. Nenhuma dessas chega perto do Metallica quando se diz respeito a ter um hit reconhecido do Oiapoque ao Chuí.

O que torna o Metallica tão diferenciado entre as bandas de heavy metal? Difícil de explicar, mas creio que eles tenham conseguido – principalmente no já citado álbum preto – fundir melodia e peso na medida certa, mantendo o respeito dos fãs de música pesada e angariando milhões de novos fãs ao redor do mundo com canções que poderiam tocar na rádio, passar o clipe na tv em qualquer programa, independente de rótulos. Além disso, o vocal e o estilo de tocar do James Hetfield é totalmente único, com um timbre poderoso e cativante, o frontman talvez tenha sido um dos principais responsáveis pelo Metallica ter conquistado o mundo do rock, além da cerca do metal tradicional.


Vale ressaltar também que a banda conseguiu se desprender daquele ranço do público tradicionalista do metal de que não pode isso, não pode aquilo, se fizer isso vai estar se vendendo, enfim, uma série de besteiras. Resolveu fazer videoclipes e fez, mesmo se contradizendo; resolveu gravar um disco com mais melodia buscando o sucesso comercial e o fez; quis se aproximar de um som mais atual no final dos anos 90 e, apesar da rateada, arriscou; se dispôs a gravar um disco com uma orquestra e gravou; e o principal, se permitiu ser gerido como uma empresa, como a maioria das grandes bandas fez, vide o Kiss, Rolling Stones e afins, por mais que manche a visão romântica que se tem da coisa, esse é o único jeito de uma banda durar por tanto tempo.

Sem muito apego a cultura do gênero tradicionalista que é o heavy metal, o Metallica foi a banda que voou mais alto dentro desse estilo, o que é extremamente louvável, já que conservadorismo nunca combinou com rock n’ roll.

E na sua opinião, você concorda que o Metallica é a banda que mais conseguiu transpor as barreiras do heavy metal? Se sim, por que?



David Oaski


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário